Profecia Celestina

News

segunda-feira, abril 26, 2010


Peixe fora d'agua

7
Estava lendo um texto no blog De Freud a fofoca e vi um texto que eu simplismente me impressionei. Além de ser bem escrito, tudo que estava dizendo ali, parecia estar se referindo a minha pessoa. Entendeu ?? Não? Vou explicar. Ela estava desabafando sobre o porque dos amigos dela só verem ela como a satinha, a ingênua e que ela não pensava que nem eles sobre algumas coisa. Bem pra ficar menos confuso resolvi colocar um pedaço do post aqui porque se eu tentar colocar em minha palavras não soar da mesma forma.
"Sempre me senti como um peixe fora d'água. Sabe quando você se pergunta o que tá fazendo aqui, que não pra servir de "chacota" pros outros? (Se é que vocês já pensaram nisso). Bem, é exatamente assim que me sinto (na maioria das vezes). E antes fosse o resto do mundo, mas são meus próprios amigos que me deixam assim.Não que eles estejam, explicitamante, debochando da minha cara, mas eu tenho a impressão de que estão sempre me subestimando.(...)O fato é que eu não gosto muito de sair (e daí?), de ficar com 10 na mesma festa (e daí?), de beber, de fumar, de falar palavrão, de dormir com o prmeiro que aparecer (e daí?). E daí? E daí? E daí?????????????? Sou bem tranquila e responsável (responsável, não paranóica) e esses não são os meus hobbies preferidos, obrigada! Só porque não consigo agir, falar ou pensar como eles (e não farei nunca, porque já tentei e sai frustrada. Não consigo ser diferente de quem sou.), não é motivo para erguerem um altar e me colocarem em um pedestal para adoração.Poxa!Eu sou assim, e só porque não faço parte da maioria esmagadora não quer dizer que sou idiota ou santa. É como se eles olhassem pra mim e dissessem: "Coitadinha, tão inocente, tão bobinha, tão santinha ( a pior de todas e que eu já escutei um milhão de vezes)".AAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!Que ódio. Bando de caras-pálidas, IMBECIS. Parem de subestimar a minha inteligência só porque não faço parte de um padrão "teen" estúpido e medíocre, que acha que sabe e pode tudo."

7 comentários:

Charlie B. disse...

Acho que eu sempre fui um peixe fora d'água, meio incompreendido, aquele que trocou diversão por uns livros e tal, não me arrependo. Hoje, aos 21 anos, eu vejo que não perdi quase nada, a vida pra ser vivida só começa mesmo quando você pode dirigir um carro e sair com os amigos gastando o dinheiro do seu bolso, e tipo, antes disso, é só um ensaio do que ela é.

Charlie B.

Joyce disse...

Sinceramente? Às vezes me pego pensando a mesma coisa!
Adorei a visita !!!
Beijos!

Olive disse...

tipo pokemon??? kkkkkkkkkkkkkkkk
eu ri demais ;D

eu sou um peixe fora d'água,adorei o texto.

Luiza disse...

ótimo texto !!!

Bjs

Stephanie Pereira disse...

acho que é bom ser um peixe-fora dagua. Sinto que se eu nao fosse um, eu seria comum. e não deve ser divertido ser comum...

Laís Dourado disse...

A parte boa, isso passa. Acho que quando a gente vai crescendo se sente cada vez menos dentro d'agua, seja por que mudamos de agua, seja por que não fazemos mais questão!
;D!

Kamilla Barcelos disse...

De peixe fora d'água eu entendo. Mas quer saber? Nós temos de viver do jeito que a gente gosta e é feliz.

Postar um comentário